E-book

A proposta desta publicação surgiu durante os encontros periódicos do Grupo de Pesquisa Crítica e Recepção Literária (CRELIT) realizados durante o ano de 2007. A intenção primeira visava à divulgação depesquisas já realizadas pelos membros do grupo, de modo a buscar uma conformação de seus estudos à linha de pesquisa voltada para leitura e literatura na escola. Como conseqüência, os dez textos que compõem este volume organizam-se em torno de um mesmo tema, a literatura, vista como objeto escolarizado. Com intenção didática, eles foram agrupados em três partes, pela proximidade de abordagem ao tema.

A primeira, intitulada “Era um, era dois, era cem...”: ponteando a leitura literária na geografia escolar, apresenta textos de caráter teórico e crítico, que discutem inclusive a formação do professor. Inicia-se com o texto de Cláudio José de Almeida Mello, que discorre sobre a importância da literatura na formação do homem como sujeito histórico e, em decorrência, sua relevância no espaço escolarizado. Na seqüência, os textos de Vera Lúcia Mazanatti e de Vanderléia da Silva Oliveira tematizam a literatura no espaço universitário, refletindo sobre a educação literária na formação do professor de literatura. A segunda, “De grão em grão, leitores de montão”: a prática prazerosa da leitura, apresenta textos que discutem a importância da literatura, tanto infantil como não infantil, para a formação do leitor crítico. O primeiro deles, de Thiago Alves Valente, aborda a importância de se ter metodologia para o trabalho com o texto literário em sala de aula, de modo a efetivamente praticar o letramento literário. Segue-se a este, uma abordagem sobre o gênero literatura infantil e a prática pedagógica, de autoria de Neuza Ceciliato que, não sendo membro do grupo, foi convidada a participar desta publicação em reconhecimento aos inúmeros trabalhos por ela produzidos na área de literatura e ensino. Encerrando este bloco, Marilu Martens Oliveira instiga o leitor ao universo da literatura infanto-juvenil por meio de sugestivas indicações de leitura e prática em sala de aula.

A última parte reúne quatro textos e intitula-se “O coro dos afinados”: convergência de olhares para o texto na escola, em que se se focaliza a criação de propostas de leitura para os diferentes níveis de ensino. A primeira delas, de Alice Pauli, sugere um trabalho com o método recepcional no nível fundamental. Também para o nível fundamental, Silvana Quintilhano, após apresentar uma reflexão sobre a cultura afro-brasileira no espaço escolar, propõe uma metodologia de trabalho com a temática da desigualdade racial na sociedade brasileira. Na seqüência, para o Ensino Médio, Maurício César Menon desafia o professor ao trabalho com a narrativa de mistério, oferecendo sugestões de obras e uma metodologia de leitura. Encerrando esta parte, Eliane Registro expõe uma proposta de leitura para o Ensino Superior usando a literatura inglesa e, como suporte teórico, os estudos do pós-colonialismo.

A edição deste livro pretende proporcionar a todos nós, professores de literatura, uma possibilidade de reflexão sobre nossas práticas cotidianas em sala de aula, além de abrir caminhos para a discussão e circulação de saberes voltados ao letramento literário.

(Extraído da Apresentação da obra)

Voltar ao início desta página
 

.