Voltar à home page do Curso de AdministraçãoVoltar à home page do Curso de Administração

SOBRE O SÍMBOLO DO CURSO


O símbolo do administrador foi escolhido em concurso de âmbito nacional promovido pelo Conselho Federal de Administração, em 1979. Venceu o grupo Oficina de Criação, de Curitiba, entre mais de 300 concorrentes.

Eis como seus autores explicam a identificação do símbolo com o a imagem do Administrador:

"A forma aparece como intermediária entre o espírito e a matéria." Para Goethe o que está dentro (idéia), está também fora (forma).

O QUADRADO COMO PONTO DE PARTIDA

Uma forma básica, pura, onde o processo de tensão de linhas é recíproco. O quadrado é regularidade, possui sentido estático quando apoiado em seu lado, é sentido dinâmico quando apoiado em seu vértice (a proposição escolhida).

  • O desenho parte do quadrado como base para a idéia: uma forma básica, pura, em que o processo de tensão de linhas é recíproco, os limites verticais e horizontais entram em processo recíproco de tensão.
  • "Uma justificativa para a profissão, que possui também certos limites em seus objetivos: organizar, dispor para funcionar, reunir, centralizar, orientar, direcionar, coordenar, arbitrar, relatar, planejar, dirigir, encaminhar os diferentes aspectos de uma questão para o objetivo comum."
  • "O quadro é regularidade, possui sentido estático quando apoiado em seu lado, e sentido dinâmico quando apoiado em seu vértice." (a posição escolhida)
  • "As flechas indicam um caminho, uma meta, a partir de uma premissa, de um princípio de ação." (o centro)
  • "As flechas centrais se dirigem para um objetivo comum, baseado na regularidade (...) as laterais, as metas a serem atingidas."

    Adaptado da página O Símbolo
    do Conselho Federal de Administração

    Home page do Curso de Administração  Voltar ao início desta página





© 2008 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE DO PARANÁ-Campus Cornélio Procópio