Nada deve parecer impossível de mudar

Apresentação

Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia

Carga horária: 3264 horas

Duração: mínima de 4 anos e máxima de 7

Regime: seriado anual

Períodos: Vespertino ou noturno

Local: unidade Campus Universitário

Número de vagas: 80
 

Comissão Executiva - Portaria 087/2010

Ma. Julia Malanchen (Coordenadora Pedagógica)

Me. Flávio Rodrigo Furlanetto (Vice-Coordenador)

Ma. Roberta Negrão de Araújo (Coordenadora de Estágios)

Ma. Silvia Alves dos Santos

Me. João Vicente Hadich Ferreira

Esp. Jane Negrão

Accácia Andrezza Araújo Vicente (Representante discente)
 

Objetivos

•  Oferecer uma sólida formação ao pedagogo - profissional da educação, teoricamente fundamentado, historicamente situado e politicamente comprometido para uma prática educativa consciente e transformadora;

•  Desenvolver o espírito investigativo e crítico do futuro profissional da educação, capaz de intervir na realidade escolar de forma criativa e inovadora, buscando a participação coletiva dos vários elementos que compõem o processo educativo na busca de soluções alternativas para o sucesso do trabalho pedagógico, contemplando os princípios da ética e sensibilidade afetiva e estética e da pertinência e relevância social;

•  Possibilitar ao futuro profissional da educação vivência da prática pedagógica em situações escolares e não escolares, promovendo a integração entre teoria e prática através do ensino, pesquisa e extensão;

•  Proporcionar um ensino contextualizado e interdisciplinar entre as várias áreas do conhecimento humano, possibilitando ao futuro educador a compreensão do fenômeno educativo e do seu papel enquanto agente socializador desses conhecimentos historicamente construídos;

•  Subsidiar os futuros profissionais da educação para que sejam capazes de analisar a instituição escolar, a política educacional e a sociedade, identificando os determinantes histórico-político-sociais presentes nos vários discursos e propostas pedagógicas, a fim de desempenhar com competência seu papel;

•  Promover a iniciação científica dos acadêmicos, através da pesquisa bibliográfica e de campo, preparando-os para produção e apresentação de artigos na área educacional culminando com a produção de uma monografia de conclusão de curso que represente uma síntese dos conhecimentos e experiências adquiridas ao longo do mesmo.
 

Campos de atuação profissional

O pedagogo – profissional da educação, formado no curso de Licenciatura em Pedagogia – poderá atuar como:

•  professor de Educação Infantil;

•  professor das séries iniciais do Ensino Fundamental;

•  professor das disciplinas pedagógicas em curso de formação de professores em nível médio;

•  gestor nas áreas de Supervisão e Orientação Educacional em instituições escolares e não escolares.

Além dessas áreas, o pedagogo poderá também prestar assessoria pedagógica à projetos, cursos, eventos na área educacional, formal ou não formal; realizar avaliação de projetos e cursos; assessorar a elaboração de planos de curso; assessorar empresas de turismo, museus e outras instituições na organização e planejamento de atividades pedagógicas.
 

Infraestrutura

O curso de pedagogia conta com:

•   4 salas de aulas no Bloco B (B1 a B4);

•   1 sala da Coordenação e dos professores (B5);

•   1 sala de estágios (A5);

•   1 brinquedoteca em processo de organização.
 

Histórico

O Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia iniciou-se na UENP-CP, antiga Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de C. Procópio, em maio de 1966 e formou centenas de profissionais, inclusive nas antigas habilitações: Magistério das Disciplinas Pedagógicas do 2º Grau, Administração Escolar, Supervisão Escolar e Orientação Escolar.

Em 1999, foi feita uma reestruturação curricular, aprovada por meio do parecer do CEE nº 421/99, que foi implantada a partir de 2000. Nesta reformulação foram extintas as habilitações de Administração Escolar para 1º e 2º Graus, Supervisão Escolar para 1º e 2º Graus e Orientação Educacional para 1º e 2º Graus, que eram ofertadas no 4º ano. Evitanto a fragmentação, as disciplinas para essas formações foram ofertadas durante o curso e não mais no 4º ano.

No ano de 2004, aconteceu nova reformulação do curso, que foi aprovada em 2005, e implantada em 2006. As turmas anteriores, fizeram transposição para a nova matriz cursando adaptações curriculares. Nessa grade foi prevista mais carga horária para a docência em educação Infantil e o os anos iniciais do Ensino Fundamental.