Nada deve parecer impossível de mudar

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

REGULAMENTO PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO – TCC

CAPÍTULO I – DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Art. 1º  O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas ao Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) de licenciatura em Pedagogia.

Art. 2º  A realização do TCC tem especificidade própria, sendo desenvolvido ao longo do curso por meio das disciplinas: Metodologia da Pesquisa Educacional (1ª série); Pesquisa Educacional (2ª série); TCC I (3ª série) e TCC II (4ª série).

Parágrafo único Os acadêmicos elaboram o projeto do TCC no final da 2ª série, que será desenvolvido na 3ª e 4ª séries do curso.

CAPÍTULO II – OBJETIVOS

Art. 3º  A realização do TCC tem como objetivos:

  1. Iniciar o futuro profissional na pesquisa em educação;
  2. Propiciar a produção científica na área da Pedagogia e o desenvolvimento da capacidade de análise crítica da realidade vivenciada na prática pedagógica;
  3. Possibilitar uma avaliação global do acadêmico para que possa atuar com competência no mundo do trabalho;
  4. Contribuir com a comunidade externa para possíveis soluções dos problemas investigados.

CAPÍTULO III – ORGANIZAÇÃO DO TCC

Art. 4º  O TCC é uma atividade individual, obrigatória para conclusão do curso, e poderá ser desenvolvida em dupla, orientada e apresentada em seminários organizados pelo curso de Pedagogia.

Art. 5º  O TCC é um trabalho monográfico, consiste na produção de Art. de caráter científico, em conformidade com os princípios gerais de um trabalho de investigação sistematizada no campo da Educação, constituído de pesquisa teórica ou teórica-prática.

Art. 6º  Participam da organização do TCC: o coordenador do curso e os professores orientadores.

Art. 7º  O acadêmico poderá escolher um tema, nas linhas de pesquisa do curso, ligado à área educacional, que lhe despertou interesse durante o curso ou na realização do estágio e desenvolvê-lo de acordo com as normas da metodologia científica, sob a orientação de um dos professores do curso.

Art. 8º  O TCC deve ser cumprido dentro do período letivo regular. O acadêmico que necessitar de período diferenciado deverá formalizar a solicitação através de requerimento junto à Secretaria Acadêmica, até trinta (30) dias antes do prazo estabelecido para sua entrega, sujeito a aprovação do colegiado do curso.

Art. 9º  A carga horária do TCC a ser cumprida está prevista na matriz curricular.

CAPÍTULO IV – MODALIDADES EDUCACIONAIS

Art. 10º  O Trabalho de Conclusão de Curso - TCC deve ser dirigido para uma das seguintes ÁREAS:

  1. Fundamentos da Educação;
  2. Docência;
  3. Metodologias de ensino;
  4. Organização do trabalho pedagógico.

CAPÍTULO V – ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E DIDÁTICA

Art. 11º  É de responsabilidade do coordenador do curso e do colegiado a indicação dos professores orientadores, devendo respeitar como critério mínimo a titulação de especialistas, bem como a área de formação, a experiência profissional e a linha de pesquisa.

CAPÍTULO VI – DO COORDENADOR

Art. 12º  Compete ao coordenador de curso:

  1. Elaborar semestralmente, o calendário das atividades relativas ao TCC;
  2. Atender os acadêmicos nos períodos vespertino e noturno;
  3. Convocar, sempre que necessário reuniões com os professores orientadores dos acadêmicos;
  4. Assegurar que todos os acadêmicos tenham um professor orientador;
  5. Organizar seminários para apresentação dos trabalhos de conclusão de Curso;
  6. Indicar ao professor orientador, as normas da Associação Brasileira de Normas Técnica (ABNT) em vigor no Manual Técnico Acadêmico da UENP-CP.

CAPÍTULO VII – DO PROFESSOR ORIENTADOR

Art. 14º  Na 3ª e 4ª séries do curso os acadêmicos serão orientados individualmente ou em dupla por professores que atuam no curso de Pedagogia, conforme Anexo I.

Art. 15º  A orientação do TCC será feita pelo professor designado pelo coordenador do curso, de acordo com a disponibilidade de carga horária e área de atuação, em horários previamente estabelecidos com o orientando.

Parágrafo únicoº  A carga horária do professor orientador será de 1 (uma) hora aula semanal por TCC.

Art. 16º  Todos os professores terão computado em sua carga horária horas para o TCC, variando, no entanto, a quantidade de 2 a 6, de acordo com as suas atribuições na instituição.

Art. 17º  A solicitação de substituição do orientador deverá ser apresentada por escrito ao coordenador de curso para providências.

Art. 18º  Compete ao professor orientador do TCC:

  1. Comparecer as reuniões convocadas pelo coordenador de curso;
  2. Informar o(a) orientando/a a respeito das respectivas normas, procedimentos e critérios de avaliação;
  3. Orientar, acompanhar e avaliar o desenvolvimento do trabalho em todas as fases;
  4. Atender seus acadêmicos orientandos, em horário previamente fixado;
  5. Entregar à coordenação de curso nos prazos estabelecidos, a freqüência e avaliação dos acadêmicos;
  6. Analisar os relatórios parciais e finais da pesquisa;
  7. Estabelecer o plano e cronograma de trabalho em conjunto com o(a) orientando(a), de acordo com as normas e cronogramas gerais do TCC;
  8. Indicar ao coordenador de curso, professores para comporem as Bancas Examinadoras;
  9. Comunicar à coordenação de curso, por escrito, quando houver problemas, dificuldades e dúvidas relacionadas ao processo de orientação, para que sejam tomadas as devidas providências;
  10. Participar e presidir a banca examinadora do trabalho orientado.

CAPÍTULO VIII – DO ACADÊMICO

Art. 19º  São atribuições do acadêmico:

  1. Elaborar o pré-projeto dentro de uma das linhas de pesquisa, a posteriori avaliado pelo colegiado do curso, a fim de aprovação e indicação do orientador;
  2. Buscar as bibliografias indicadas pelo seu orientador;
  3. Elaborar seu TCC, dentro das normas da ABNT;
  4. Freqüentar as reuniões convocadas pelo coordenador e orientador do TCC;
  5. Manter contatos previamente estabelecidos com o professor orientador para discussão e aprimoramento do seu trabalho;
  6. Cumprir o calendário divulgado pela coordenação para a entrega do TCC;
  7. Entregar aos (a cada professor) professores que compõem a Banca Examinadora cópia do TCC, impreterivelmente até a data indicada no cronograma;
  8. Após aprovação da banca, entregar uma cópia impressa do trabalho final à instituição onde foi realizada a pesquisa e outra cópia gravada em CD ao coordenador decurso que fará seu devido encaminhamento à biblioteca da instituição;
  9. Entregar ao professor orientador versão final do TCC, após apresentação oral, em cópia impressa com as retificações sugeridas pela banca examinadora.

CAPÍTULO IX – DO PROJETO DE PESQUISA

Art. 20º  O acadêmico deve elaborar seu projeto de acordo com este regulamento e com as recomendações do seu professor orientador durante o último bimestre da 2ª série e o primeiro bimestre da 3ª série, conforme currículo vigente.

Art. 21º  A estrutura formal do projeto de relatório final deve ser desenvolvida na 3ª e 4ª séries e seguir os critérios estabelecidos nas normas da ABNT em vigência no Manual Técnico Acadêmico da UENP-CP.

CAPÍTULO X – DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Art. 21º  O processo de avaliação do TCC ocorrerá inicialmente com a análise do texto escrito em forma de Art., sendo os avaliadores o próprio orientador do TCC e 1 (um) professor indicado pelo orientador. O orientando também deverá socializar os resultados de sua pesquisa em uma apresentação oral que acontecerá no Seminário de Pedagogia anual, na presença de um professor avaliador e da comunidade escolar e da comunidade externa que estiver presente.

Art. 22º  Na avaliação escrita do artigo do TCC será levada em consideração a utilização adequada das normas da ABNT vigentes; as normas que regem a estrutura e a organização de artigo científico, bem como a relevância da pesquisa para a educação.

Art. 23º  Na avaliação do TCC serão atribuídas duas notas:

  1. Pelo trabalho escrito, constituído pela média aritmética das notas atribuídas pelo orientador e pelo professor convidado, numa escala de zero a dez.
  2. Pela apresentação oral, a avaliação será constituída pela média aritmética das notas atribuídas pelo professor examinador numa escala de zero a dez.
  3. A nota final é a média aritmética dos incisos I e II, sendo que a nota mínima para aprovação é 7,0 (sete) – o acadêmico que obtiver média final inferior a 7,0, fica impossibilitado de colar grau.

Parágrafo únicoº  O TCC que não for aprovado em primeira instância terá um prazo de 30 (trinta) dias para reformulação e reapresentação. Persistindo o quadro de não aprovação, o aluno deverá matricular-se na quarta série do curso para reapresentação no ano subseqüente.

Art. 24º  O professor orientador juntamente com o professor avaliador indicado podem adiar a avaliação do TCC até nova apresentação, depois de efetuadas as retificações sugeridas pela Banca Examinadora em prazo máximo de 30 (trinta dias).

Parágrafo únicoº  O professor orientador e o professor avaliador deverão entregar à coordenação do curso, ata com os resultados dos trabalhos de avaliação conforme formulário próprio.

CAPÍTULO XI – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS

Art. 25º  Os casos omissos serão resolvidos pelo Colegiado de Curso.

Art. 26º  Este Regulamento entra em vigor a partir desta data, revogadas as disposições em contrário.