Campus de Cornélio Procópio
Cornélio Procópio, 6 de janeiro de 2015
28º Prêmio de Ciência e Tecnologia: Ciências Biológicas
 

O Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia tem por objetivo divulgar e valorizar a trajetória e as produções de pesquisadores paranaenses, inventores independentes e de jornalistas que produzem matérias de divulgação científica.

Criado em 1986, o Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia cresceu e se consolidou como uma das ações da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI). Este ano serão premiadas as áreas de Engenharias e Ciências Biológicas.

A 28ª premiação irá contemplar as categorias Profissional, Estudante de Curso de Graduação, Inventor Independente e Jornalismo Científico. Na categoria Profissional serão premiados um professor-pesquisador e um pesquisador-extensionista. A categoria Estudante de Curso de Graduação destina-se a aluno regularmente matriculado em curso de instituição de ensino superior do Estado do Paraná, credenciada pelo Ministério da Educação (MEC).

As demais categorias são Inventor Independente – pessoa física, paranaense, independentemente de sua formação que com seu invento tenha promovido a inclusão social, a geração de trabalho e renda e não ocupe cargo público – e Jornalista, residente no Paraná, autor de reportagem cujo conteúdo trate de tema científico relevante para a sociedade, com atuação comprovada em veículo de comunicação.

Os trabalhos serão julgados por uma comissão

composta por profissionais de cada uma das áreas definidas. Os professores premiados receberão certificado e prêmio em dinheiro equivalente a uma vez e meia o valor do vencimento de professor titular em regime de dedicação exclusiva da carreira desenvolvida nas universidades estaduais, incluindo a gratificação de incentivo à titularidade de doutor. Para o estudante, o valor equivale à metade do valor do vencimento do professor. Os vencedores nas categorias Inventor Independente e Jornalista receberão prêmio em dinheiro equivalente a 60% do valor do vencimento, ou seja, cerca de R$ 7,5 mil.

As inscrições poderão ser feitas no site da SETI até 15 de abril; leia o edital aqui.

Fonte: Agência Estadual de Notícias