Campus de Cornélio Procópio
Cornélio Procópio, 29 de maio de 2015
II SELLITCON: a literatura brasileira em evidência

O II SELLITCON – Seminário de Estudos Literários e Literatura Brasileira Contemporânea, organizado pela Linha de Pesquisa Literatura, Cânone Literário e Tessituras do Contemporâneo, do Grupo de Pesquisa CRELIT, com autorização do Comitê de Ética vinculado ao Comando de Greve, ocorreu nos dias 25 a 27 de maio de 2015, centrando seu objetivo na verificação das pesquisas nas áreas de estudos literários e produção contemporânea, bem como difundir as pesquisas realizadas pelo CRELIT. O Seminário de Estudos Literários e Literatura Brasileira Contemporânea, cada vez mais, se firma como importante encontro para a discussão da produção literária brasileira contemporânea e suas linhas de força.

O primeiro dia do II SELLITCON contou com expressiva participação de alunos e professores para ouvir o escritor Dr. Miguel Sanches Neto, docente da Universidade Estadual de Ponta Grossa, discorrer sobre "O lugar do escritor hoje e a crítica literária contemporânea". Com presença simpática e facilidade de expressão, Dr. Miguel conseguiu – com clareza de expressão, sequência e coerência impecáveis – manter o interesse do início ao fim da palestra. O conteúdo trouxe inúmeras informações, novas e interessantes, além de confirmar muito dos ensinamentos já expostos em sala de aula. A abertura do evento ficou a cargo da Camerata de Cambará, regida pelo maestro Carlos Costa. No segundo dia do evento, a palestra intitulada "As vozes marginais na ficção brasileira contemporânea" foi conduzida pelo Dr. Paulo Roberto Tonani do Patrocínio, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Foram colocações inéditas e provocativas, abordando com propriedade um tema não muito frequente nas atuais discussões literárias, trazendo à baile a polêmica entre o literário e o pseudo-literário. No último dia do evento, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), compareceu a

professora Dra. Lúcia Osana Zolin que proferiu a palestra "Literatura de autoria feminina contemporânea". Aspecto de destaque na exposição foi a menção à pesquisa que fez levantamento da produção feminina no Paraná, surpreendendo principalmente pelo inesperado do elevado número de autoras publicadas. A plateia conseguiu valorizar ainda mais as apresentações, com perguntas apropriadas e inteligentes.

Na manhã do dia 26/05, os participantes tiveram a oportunidade de participar do minicurso "Literaturas africanas na contemporaneidade: reação e identidade em múltiplas escritas", ministrado pela Ma. Celina de Oliveira Barbosa Gomes. No dia 27, a Ma. Sandriele Aparecida Bueno da Rocha ministrou, das 9 às 12h, o minicurso "A ficção brasileira contemporânea: a produção de Marcelino Freire". Importante destacar que ambas as palestrantes foram alunas da UENP: Celina, do campus de Cornélio Procópio, e Sandriele, de Jacarezinho. As tardes dos dias 26 e 27 foram conduzidas pelas comunicações orais, as quais foram organizadas por simpósios, divididas em "Estudos da Narrativa", "Estudos da Poesia", "Linguagem e Educação", "Estudos de Dramaturgia" e "Literatura Africana e Afro-Brasileira". O final da tarde do dia 26, contou ainda com a exibição do curta "Sylvia", de Artur Ianckievicz, bem como com exposição e lançamento de livros na área de Letras.

A realização do II SELLITCON só foi possível graças ao empenho da coordenação e vice-coordenação do evento, que ficaram a cargo das professoras Dra. Ana Paula F. Nobile Brandileone e Dra. Vanderléia da Silva Oliveira, da Comissão Científica, Comissão Organizadora e dos monitores, bem como pelo apoio da reitoria da UENP, do campus de Cornélio Procópio e da Fundação Araucária.

Texto: Ana Paula F. C. Brandileone (CACL)

 Clique nas imagens para ampliar