Campus de Cornélio Procópio
Cornélio Procópio, 21 de dezembro de 2015
Profa. Maria Ap. Miguel recebe o título de Doutora em Letras

É com muito júbilo que a UENP-CCP, em nome de seu diretor, Sérgio Roberto Ferreira, corpo docente e discente e colaboradores, cumprimenta a professora Maria Aparecida de Fátima Miguel pela brilhante conquista do título de Doutora em Letras, obtido após ingentes esforços, dedicação, sacrifício e amor pelo estudo, no dia 17 deste mês, perante banca examinadora da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), campus de Assis.

Dra. Maria Aparecida Miguel é docente do Centro de Letras, Comunicação e Artes do campus de Cornélio Procópio, pertence ao grupo de pesquisa CRELIT, e foi nossa aluna no Curso de Letras Anglo-Portuguesas, onde se graduou em 1992.

A tese defendida, Densa tessitura: a visão da academia sobre a produção literária de Marina Colasanti, leva em consideração o fato de que "ainda é bastante assistemático o estudo da fortuna crítica sobre a obra da escritora."

Tomando uma amostra significativa sobre sua produção literária – cerca de vinte trabalhos acadêmicos –, tanto as dissertações e teses que analisam a obra infantojuvenil quanto as que se voltam aos textos literários endereçados prioritariamente a leitores adultos, o corpus recebeu tratamento homogêneo para a coleta de dados. Foram submetido a quinze diferentes categorias que orientaram a pesquisa. A análise sistemática propiciou uma espécie de balanço sobre a fortuna crítica, que possibilitou divisar quatro principais tópicos: o específico feminino, o mito, a linguagem poética e o amor.

Após impecável defesa, a aprovação da tese garantiu a Maria o título de Doutora em Letras, nas áreas de conhecimento "Literatura e Vida Social". Participaram da

banca examinadora os professores doutores Thiago Alves Valente, da UENP-CCP, Marilu Martens Oliveira, da Universidade Federal Tecnológica do Paraná, campus Cornélio Procópio, Maira Angélica Pandolfi, Sandra Aparecida Ferreira e, o orientador da tese, João Luís Cardoso Tápias Ceccantini, da UNESP-Assis.

Emocionada, Maria recebeu o cumprimento de amigos e professores e fez questão de fazer um agradecimento especial a "João Ceccantini, meu orientador desde a especialização, depois Mestrado e, enfim, Doutorado. Só tenho a agradecê-lo, pela amizade, carinho, disciplina, incentivo, pela forma mais do que humana com que este professor conduziu meu trabalho. Soube entender minhas limitações. Sempre procurei ser orgulho para ele, porque o amo demais e a ele devo muito, pois acreditou em mim, conduzindo meu trabalho de forma séria. Procurei seguir as instruções, que de forma tão carinhosa me passou, com lisura e muito esforço, porque reconheço o valor de sua trajetória. Muito obrigada mais uma vez."






Compartilhe no LinkedIn