Campus de Cornélio Procópio
Cornélio Procópio, 1º de fevereiro de 2016
Leitura: destaques de publicações culturais e científicas
Os danos escondidos na lama

Pesquisa Fapesp
Edição 239
Janeiro de 2016

Argila fina e alto teor de metais no material liberado pelo rompimento das barragens em Minas Gerais podem alterar dinâmica ecológica e de sedimentos da foz do rio Doce.

Quando Valéria Quaresma e Alex Bastos, especialistas em oceanografia geológica, começaram a estudar os sedimentos da costa capixaba junto à foz do rio Doce, por volta de cinco anos atrás, um dos objetivos era ter uma base para estabelecer planos de manejo dessa região na qual duas das principais fontes de aporte econômico estão em oposição ecológica: a pesca e a extração de petróleo.

Leia mais ou faça download

Linguística: A morte anunciada

Língua Portuguesa
Edição 116
Junho de 2015

De 20 a 30 idiomas são extintos por ano - média de uma língua a cada duas semanas.

Linguistas preveem que metade das mais de 6 mil línguas faladas no mundo desaparecerá em um século. Essa taxa de extinção supera as estimativas mais pessimistas quanto ao desaparecimento de espécies biológicas. Há até conexão entre a diversidade linguística e a biodiversidade: os países com a maior diversidade biológica têm em geral também a maior diversidade linguística.

Leia mais

Relatividade geral: uma janela centenária para os mistérios do universo

Ciência Hoje
Edição 332
Dezembro de 2015

Com a teoria da relatividade geral, a mais cotidiana das intenções fundamentais conhecidas, a gravidade ganhou uma interpretação profunda. E até mesmo fantástica: esse fenômeno deixou de ser entendido como resultado de uma força e passou a ser visto como efeito colateral da geometia curva do universo.

Da "criação", evolução e (ainda misteriosa) constituição do universo aos abismos de tempo e espaço escondidos no interiror de buracos negros, a relatividade geral transformou para sempre nossa visão da natureza.

Leia mais

Droga anticâncer ameniza efeitos do Alzheimer e melhora a memória de ratos em testes

Superinteressante
Online
Janeiro de 2016

Os resultados da pesquisa foram promissores e podem apontar um caminho para o tratamento efetivo da doença.

Uma droga utilizada para tratar o câncer foi capaz de reduzir sintomas relacionados ao Alzheimer em ratos. Ela conseguiu, inclusive restaurar algumas funções da memória. No passado, pesquisadores suspeitavam que um sistema imunológico muito ativo poderia estar relacionado com a doença; agora, começam a acreditar no contrário.

Leia mais

A redescoberta do Aquífero Guarani

Scientific American
Edição online
Sem data

O megarreservatório hídrico subterrâneo da América do Sul não é o "mar de água doce" que se pensava existir. Novos estudos sobre sua diversidade geológica revelam que, em espaços de algumas centenas de quilômetros, sua potencialidade pode variar drasticamente. Enquanto algumas áreas são excelentes, em outras a água é inacessível, escassa ou não-potável.

Ainda não existem estudos detalhados sobre toda a área de ocorrência do Aquífero Guarani no Brasil e nos outros países do Mercosul. Entretanto, teria sido melhor denominá-lo "Sistema Aquífero Guarani", já que se trata de um conjunto heterogêneo de "unidades hidroestratigráficas" que podem conter muita, pouca ou nenhuma água.

Leia mais

Jingle Bells - New York City

Speak Up
Edição 340
Dezembro de 2015

A cada ano, o gerente do Rockefeller Center, no coração de Manhattan, gasta meses procurando e preparando a árvore perfeita. A cerimônia de iluminação é um espetáculo imperdível. Ela permanecerá acesa até o dia 6 de janeiro.

There’s a reason why a lot of people consider this to be the world’s most famous tree. It sits at the heart of New York City, and people from all over the world come, not just for the tree lighting, which has become a huge event, but throughout the whole holiday season, actually, and it’s just an incredible atmosphere. You can’t but help feeling a warm glow when standing in its presence.

Leia mais

Matemática: sexo em números

Revista Cálculo
Edição 53
Junho de 2015

Livro mostra o que a estatística diz sobre comportamento sexual.

“Quando é que vou usar isso?” É uma pergunta que o aluno faz com frequência ao professor de matemática. Agora, o professor pode responder: “Quando o assunto da conversa for sexo.” Saiu no Reino Unido o livro Sexo em Números. As pesquisas do tipo “eu pergunto, você responde” mostram que, em média, ao longo da vida os homens (heterossexuais) tiveram duas vezes mais parceiras do que as mulheres (heterossexuais) tiveram parceiros.

(Publicação foi descontinuada)

As noivas do Jequitinhonha

Horizonte Geográfico
Edição 158
2016

Nos rincões de Minas Gerais, mulheres artesãs transformam barro em arte.

Com as mãos socadas num barro escuro, a artesã modela a primeira peça do dia de trabalho. Começa cedo, logo depois do café, pelas seis horas da manhã. O olhar fixo no dedilhar da matéria bruta acompanha a maçaroca que, aos poucos, ganha forma humana. Na maior parte das vezes, de mulher – olhos grandes, brincos, cabelos compridos, seios bem postos e roupas ajeitadas sobre o corpo curvilíneo. Quem já não ouviu falar das noivas do Jequitinhonha?

Leia mais

O psicólogo e a educação inclusiva

Profissão Mestre
Edição online
Janeiro de 2016

Emílio Figueira discorre neste artigo especificamente sobre a educação inclusiva e de sua provisão de oportunidades equitativas a todos os estudantes, incluindo aqueles com deficiências severas, para que recebam serviços educacionais eficazes, com os necessários serviços suplementares de auxílio e apoio, em classes adequadas à idade em escolas da vizinhança, a fim de prepará-los para uma vida produtiva como membros plenos da sociedade. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN) dá abertura à atuação do psicólogo quando diz que “haverá, quando necessário, serviços de apoio especializado, na escola regular, para atender às peculiaridades da clientela de educação”.

Leia mais

Descoberta do ‘Homo naledi’ mostra que é preciso rever toda a evolução humana

Veja
Edição online
Setembro de 2015

A nova espécie de um ancestral do gênero humano pode modificar a visão de nossa evolução.

Um grupo de cientistas anunciou o que seria uma antiga espécie do gênero humano, nesta quinta-feira (10). A partir de 1 550 ossos de 15 indivíduos recolhidos de uma caverna de difícil acesso perto de Johannesburgo, África do Sul, os pesquisadores caracterizaram o novo Homo naledi (em uma das 11 línguas oficiais da África do Sul, “naledi” significa “estrela”), que poderia ser uma “ponte” entre os primatas bípedes e os humanos modernos.

Leia mais

Biblioteca: um admirável mundo novo

Cândido
Edição 54
Janeiro de 2016

Mais do que apenas local para empréstimo de livros, as bibliotecas, públicas ou não, estão se transformando em centros culturais, espaço para convivência, pesquisa e até produção de conhecimento.

É fato, uma unanimidade e dificilmente alguém contesta: bibliotecas, há muito tempo, deixaram de ser apenas local para empréstimo de livros. O futuro das bibliotecas, dizem os especialistas, é o de se tornarem centros culturais de acesso ao conhecimento. A chefe da divisão de extensão da Biblioteca Pública do Paraná (BPP) observa: “Na realidade, biblioteca sempre foi um polo cultural, ponto de encontro de diversidades culturais”.

Leia mais

Supervolcanos: sleeping giants

Geographical
Digital edition
January 2016

What triggers supervolcano eruptions? Different studies give varying answers, with the latest research suggesting that external factors could be key.

Patricia Gregg, assistant professor of geophysics at the University of Illinois, points out that while the famous 1980 eruption of Mount St Helens, Washington, produced one cubic km of erupted material, a supervolcano eruption produces at least 500 times more than that. ‘A Yellowstone-sized super-eruption would be 2,500 cubic km, that’s 2,500 Mount St. Helens,’ she emphasises. ‘It’s just a completely different order of magnitude.’

Leia mais



Compartilhe no LinkedIn