Campus de Cornélio Procópio
Cornélio Procópio, 4 de julho de 2016
Valor e preconceito em debate: "O Xadrez das Cores"
A única diversão da idosa e também sua redenção

“Apesar de ter nascido peão, eu não precisava ser peão a vida toda”

O projeto CINUENP traz no dia 14 deste mês, 5ª feira, com entrada franca, o curta-metragem "O Xadrez das Cores", que será exibido às 17 horas, no auditório do PDE, na unidade campus da UENP-CCP. O Prof. Luiz Antônio de Oliveira, do colegiado de Pedagogia (CCHE), fará os comentários e a mediação dos debates, e convida os cinéfilos apreciadores de um bom curta-metragem.

O filme, de Marco Schiavon, narra a história de uma senhora branca – Maria, idosa, viúva sem filhos, doente e muito solitária – que fica sob a guarda de uma empregada doméstica negra – Cida, jovem, pobre, sem filhos. A relação entre patroa e empregada é tumultuada, com a idosa fazendo questão de demonstrar seu preconceito, humilhando a pobre moça o tempo todo com palavras e ações. E a única diversão da idosa também será o instrumento de sua redenção – o xadrez.

“O jogo acabou virando uma verdadeira batalha”

O desenvolvimento da história é linear. O diretor mostra o conflituoso relacionamento em um crescendo, com matemática precisão. O tema aborda, com seriedade e sem meias palavras, a discriminação racial, com imagens e diálogos falando forte no envio da mensagem ao espectador. Visual e diálogos, feitos com muito esmero e naturalidade, atingem profundamente os espectadores com sua mensagem humana, mas muito dura.

A atuação dos protagonistas é impecável e valoriza o

O Xadrez das Cores

significado das imagens. O acompanhamento musical é minimalista, pontuando precisamente a ação.

"O Xadrez das Cores" recebeu diversos prêmios em 2005: Melhor Filme Júri Popular, no Festival de Cinema de Goiás; Melhor Curta Júri Popular, no Festival de Cinema Brasileiro de Miami; Melhor Curta Metragem Nacional Júri Popular e Prêmio Especial, no Festival de Cinema e Vídeo de Curitiba; Melhor Curta Metragem Nacional Júri Popular no Festival de Goiania; Melhor Atriz na Jornada de Cinema da Bahia e Melhor Curta Metragem Nacional Júri Popular, na Mostra Cine Rota 22.

Fonte: TV Brasil

FICHA TÉCNICA

Título: O Xadrez das Cores (2004)
Diretor: Marcos Schiavon
Gênero: Drama
País de origem: Brasil
Duração: 21 min
Colorido
Formato da tela: 1.60:1 (widescreen)

Fonte: Filmow

Visitantes:



Compartilhe no LinkedIn