Campus de Cornélio Procópio
Cornélio Procópio, 7 de julho de 2016
Acadêmicos partem para a "Operação Forte dos Reis Magos"
Atividades do Projeto Rondon será no Rio Grande do Norte

Oito estudantes e dois professores da UENP saíram hoje para o município de Acari, no estado do Rio Grande do Norte. São participantes do Projeto Rondon, "Operação Forte dos Reis Magos", que acontecerá de 8 a 25 deste mês.

São alunos dos três campi da UENP e já passaram por três meses de capacitação. Em Acari, nossos alunos vão desenvolver oficinas nas áreas de Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde.

Segundo o professor Pedro Carnevalli Fernandes, coordenador do grupo de alunos da UENP, o projeto enviado pela Universidade obteve a maior nota entre os enviados para participar do Rondon.

"Nós montamos o projeto de acordo com edital do Ministério da Defesa, que nos permitia escolher as áreas de atuação. Depois, eu viajei até Acari e apresentei as oficinas para a comissão do projeto", explica o professor Pedro Carnevalli Fernandes, coordenador do grupo. "Ficamos muito felizes ao ver que todo o conteúdo que programamos estava de acordo com as demandas da cidade. Estamos muito confiantes de que conseguiremos fazer um bom trabalho lá." As oficinas são voltadas para crianças e adultos, mas visam também professores e líderes comunitários do município.

A Prof. Aline Balandis considera que, como os participantes são voluntários, a experiência é ainda mais intensa. "O Projeto Rondon vai além de uma constante troca de conhecimento e cultura entre a comunidade visitada e os universitários. Ele proporciona uma lição de vida e cidadania", afirma.

Participantes da Operação Forte dos Reis Magos
Em sentido horário: Bruna Oliveira, Pedro Fernandes, Rafaella Dias, Larissa Panichi, Felipe Dozzo, Luan de Lima, Lucas Campos, Aline Balandis, Micael de Oliveira e Ruhama Sabião

Os estudantes da UENP que participam do projeto são Felipe Rodrigues Dozzo e Lucas Henrique Campos Vasconcelos, do curso de Geografia do Campus de Cornélio Procópio, Larissa Panichi, de Pedagogia, Ruhama Sabião, de História, e Rafaella Souza Dias, de Direito, do Campus de Jacarezinho, Bruna Barreto de Toledo Oliveira e Micael Almeida de Oliveira, de Enfermagem, e Luan Vitor Alves de Lima, de Ciências Biológicas, do Campus Luiz Meneghel, de Bandeirantes.

Em Acari, a UENP atuará com a Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS), responsável por oficinas de Comunicação, Meio Ambiente, Trabalho, Tecnologia e Produção.

Fonte: Asses. de Comunicação Social da UENP

Leia notícia publicada na Folha do Norte

Na entrada da Unidade Centro da UENP-CCP

Projeto Rondon

O Projeto Rondon é gerenciado na UENP pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura e tem coordenação nacional do Ministério da Defesa. Conta com a participação de instituições de ensino superior de todo o país. A ideia é somar forças com lideranças comunitárias e com a população para contribuir com o desenvolvimento e a promoção da cidadania. Também objetiva contribuir na formação dos universitários como cidadãos. O nome é uma homenagem ao Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, bandeirante do século XX, que fazia expedições pelo sertão do país, estendendo linhas telegráficas. Foi um dos precursores na luta em defesa dos índios. “Morrer se preciso for, matar nunca” foi seu lema e inspiração para

as Forças Armadas.

A UENP tem sido presença constante no Projeto. As expedições são feitas nos dois períodos de férias escolares do ano. A Universidade já participou de sete operações. A primeira, em 2010, foi em Riachão do Dantas, no estado de Sergipe; a segunda, em 2011, em Jauru, no Mato Grosso; a terceira, em 2012, foi em São Domingos do Capim, no Pará; a quarta, em 2013, em Ubaíra, Bahia. Em julho de 2014, foi a vez de Jurema, em Pernambuco, e, em janeiro de 2015, em Itabaiana, no agreste paraibano. Ainda no ano passado, em julho, outro grupo participou das atividades em Abel Figueiredo, no Pará.

Visitantes:



Compartilhe no LinkedIn