Campus de Cornélio Procópio
Cornélio Procópio, 12 de junho de 2020
"Naquele Tempo..." Projeto para registro de memórias de idosos
"Surge como possibilidade de oferecer a eles um alento"

A Universidade Estadual do Norte do Paraná, por meio da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, Assessoria de Comunicação e Editora UENP, lança o projeto "Naquele tempo...", que objetiva dar vazão à voz de pessoas idosas que, no período de isolamento social, encontram-se impedidas de realizar suas atividades. O projeto será realizado pelas redes sociais no período de 8 de junho a 31 de julho, e prevê incentivo para divulgação de vídeos de idosos, que terão oportunidade de partilhar suas memórias nas redes sociais. É um projeto aberto tanto para alunos da UENP (que receberão certificação) como para a comunidade externa.

Para participar, o interessado deverá se inscrever (e ler instruções) pelo link Projeto Naquele Tempo..., gravar um vídeo de até 30 minutos que registre a memória de alguma pessoa idosa (pai, mãe, avós, amigos, etc.) e divulgar, em modo público, em suas redes sociais com a hashtag #NaqueleTempoUENP. As orientações para a gravação estão publicadas no formulário de inscrição e nas redes sociais da UENP no Instagram e no Facebook.

Como roteiro básico de perguntas da entrevista, a coordenação do projeto orienta que se registre, logo no início da gravação, o nome completo da pessoa entrevistada; a data e local de nascimento; a escolaridade, profissão e trabalhos exercidos ao longo da vida e a cidade onde mora (bairro).

O roteiro traz ainda as seguintes questões: Diante da pandemia do novo Coronavírus e da necessidade de isolamento social, como a senhora ou o senhor está se sentindo? Quais eram as atividades que realizava antes da pandemia e que devido ao isolamento não está fazendo mais? Do que mais sente falta? A senhora ou o senhor sente saudades do que? Fique à vontade para contar algo que gostaria de partilhar sobre sua vida.

Idealizadora do projeto, a Profa. Fátima Aparecida da Cruz Padoan, reitora da Universidade, comenta a

necessidade de um projeto neste tempo de isolamento social:

"Estamos vivendo com toda a certeza um momento muito difícil e que nos desafia. Nossos idosos, segundo apontam diversas pesquisas, são os que estão mais sofrendo com a quarentena, que não os permitem realizar as atividades que contribuem com sua qualidade de vida. Este projeto surge como possibilidade de oferecer a todos eles um alento. Queremos ouvir suas vozes e aprender com suas memórias", acentua.

Publicação em livro

O projeto prevê, em etapa posterior, sua publicação em livro pela Editora UENP, e conta com o apoio do Grupo de Pesquisa "Preservação dos Bens Culturais: História, Memória, Identidade e Educação Patrimonial", que é liderado pelas professoras Janete Leiko Tanno e Rosiney Vale. O Grupo de Pesquisa auxiliará no processo de coleta e análise das memórias, por meio de metodologias atinentes à proposta do projeto. Além do Grupo de Pesquisa, o projeto conta com a participação de docentes de diversos cursos da Universidade.

Assessoria de Comunicação Social

Visitantes:



Compartilhe no LinkedIn